"M´18"
CÁTIA PINHEIRO & JOSÉ NUNES (ESTRUTURA)
  • M18
  • M18
SINOPSE

Cinquenta anos depois do Maio de 68, a Estrutura propõe-se olhar para esse movimento e criar um espetáculo que pretende pensar o conceito de revolução, nos dias de hoje.

Olhar para o Maio de 68 e perceber o que dele nos restou política, social e artisticamente. Que memória ficou no mundo, na sociedade, nas nossas cabeças, no nosso corpo? Quais as marcas que ficaram no corpo de quem já nasceu muitos anos depois desta data?

M’18 olha cinquenta anos para trás, para projetar os cinquenta anos que gostaríamos de ver à nossa frente. Olhar para o passado, questionar o presente e lutar por um futuro. “Sermos realistas e exigirmos o impossível.”

    CALENDARIZAÇÃO:
  •  25 e 26 de Maio de 2018 [ESTREIA], Teatro Municipal Rivoli, Porto
  •  22 de Junho de 2018 – Casa da Cultura de Ílhavo

FICHA ARTÍSTICA
  •   CRIAÇÃO: Cátia Pinheiro e José Nunes

  •   INTERPRETAÇÃO: Cátia Pinheiro, José Nunes, Mariana Magalhães, Tiago Jácome e Xana Novais

  •   CENOGRAFIA: Cátia Pinheiro

  •   FIGURINOS: Jordann Santos

  •   DESENHO DE LUZ: Daniel Worm d’Assumpção

  •   SOM: Vasco Rodrigues

  •   VÍDEO E IMAGEM DE DIVULGAÇÃO: António MV

  •   ASSISTÊNCIA: Tiago Jácome

  •   APOIO AO MOVIMENTO: Marco da Silva Ferreira

  •   COLABORAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO: Rogério Nuno Costa

  •   APOIO TÉCNICO: Pedro Nabais

  •   PRODUÇÃO: Natasha Bulha Costa

  •   COPRODUÇÃO: Estrutura e Teatro Municipal do Porto

  •   APOIO: República Portuguesa – Cultura / Direção-Geral das Artes

  •   RESIDÊNCIAS: Teatro Campo Alegre, 23 Milhas – Ílhavo (Fábrica das Ideias da Gafanha da Nazaré) e Circolando – Espaço de Criação Transdisciplinar

  •   AGRADECIMENTOS: Companhia Instável, Milícia Urbana Indoor Paintball, Paulo Correia, João Barroso, Mafalda Banquart, Joana Barroso e José António Noya Ares

  •   DURAÇÃO: 60 minutos (aproximadamente)

  •   CLASSIFICAÇÃO ETÁRIA: (M/16)