A ESTRUTURA

A Estrutura foi fundada em 2009 pelos criadores Cátia Pinheiro e José Nunes e tem desenvolvido a criação e produção de espetáculos de teatro e projetos transdisciplinares, bem como atividades de programação e formação

O trabalho da Estrutura assenta na criação de projetos que dialoguem com a realidade do pensamento contemporâneo (na sua vertente artística, filosófica, social e política), promovendo a experimentação artística e uma lógica colaborativa, onde são regularmente convidados outros artistas para partilhar a criação dos projetos, como foi o caso de Rogério Nuno Costa, Pedro Zegre Penim, António MV ou André Godinho.

Desde a sua fundação apresentou os seus espetáculos em colaboração com instituições como o Teatro Municipal do Porto, Teatro Nacional Dona Maria II, São Luiz Teatro Municipal, Centro Cultural Vila Flor, Festival Temps d’Images Lisboa, entre outros.

José Nunes

Nasceu no Porto, em 1983. É formado em Teatro (ESMAE) e Programação e Gestão Cultural (ULHT). Colaborou como ator, criador e assistente de encenação com os seguintes encenadores e companhias: Teatro Praga, Pedro Penim, Mundo Perfeito, Rogério Nuno Costa, João Garcia Miguel, Cristina Carvalhal. Em 2008, participou como criador convidado no encontro internacional Skite/Sweet and Tender.

Dirigiu “Vertigem” (2007) e cocriou e interpretou “Botox” (2009), “Geopolítica do Caos” (2009), WTF? (2010), “Wanted” (2015), “Uma Gaivota” (2016) e “Geocide” (2017). Cocriou o projeto transdisciplinar “Nova Criação” (2010/2011) e colaborou no projeto “The Walk”, de Cátia Pinheiro (2013/2014).

Codirige o projeto teatral da FEUP desde 2017, fez a tutoria artística do programa “Vinte Minutos” (Teatro Municipal do Porto) e colabora no projeto “Universo283” (mala voadora, PARTIS - Gulbenkian).
Fundou e codirigiu a companhia de teatro Primeiro Andar (2005-2009) sedeada na Fábrica da Rua da Alegria (Porto). Em 2009, criou a Estrutura Associação Cultural, juntamente com Cátia Pinheiro.

Cátia Pinheiro

Nasceu no Porto, em 1980 e fez formação na ACE. Trabalhou como atriz com vários encenadores e estruturas como António Fonseca, Nuno Cardoso, Marcantónio Del’Carlo, Nuno Carinhas, Diogo Infante, Ana Luísa Guimarães, Nuno M. Cardoso, Mundo Perfeito, António Villareal, Philippe Quesne, Cão Solteiro, entre outros.


Cocriou e interpretou os espetáculos "Receita para me Ouvires" (2006), “A Festa” (2008), “Geopolítica do Caos” (2009), “WTF?” (2010), “Wanted” (2015), “Uma Gaivota” (2016) e “Geocide” (2017). Criou o projeto transdisciplinar “The Walk” (2013/2014) e cocriou com a instalação-vídeo “Display” (2014).

Dirigiu os grupos universitários GTN (2012) e Projeto Teatral FEUP (2017). Para além da conceção plástica dos seus projetos, criou a instalação "Terceira Via" para o espetáculo de Rogério Nuno Costa (2013). Em 2011, foi Bolseira do Centro Nacional de Cultura. Foi membro-fundador da companhia Caixa Negra – Teatro e Performance (1999) e em 2009 criou a Estrutura Associação Cultural, juntamente com José Nunes.